Manual – 7 técnicas que ajudam a diminuir a ansiedade na hora de iniciar o networking

corporate

Para combater o nervosismo natural de abordar uma pessoa na hora do networking, ou até mesmo na hora de ser apresentado a alguém, a Maquijig deixa-lhe algumas técnicas para superar esta ansiedade. Para quem é naturalmente tímido, introvertido, ou ambos, fazer o chamado networking profissional pode ser tão difícil quanto completar uma maratona, mas a Maquijig ajuda-o a cruzar a meta de forma tão eficiente quanto eficaz!

Desenvolva a ideia certa 
- Não inicie um discurso remetendo para uma necessidade sua, do seu negócio, pois passará uma ideia de insegurança e estará a ser inconveniente.

Uma das formas de abordar as pessoas é ter sempre em mente a ideia de que networking é um conceito de givers gain, ou seja, de dar e receber. Ouvir é tão importante quanto falar. Deixe a sua curiosidade e espontaneidade guiarem a conversa, mas seja direto e objetivo. Faça perguntas e ouça com atenção. Invista algum tempo a treinar o seu discurso. Simule uma situação em que tenha de descrever seu trabalho, por exemplo. Desta forma, estará preparado para ir direto ao ponto quando alguém lhe perguntar o que faz. Transmita confiança, simpatia e profissionalismo.

Defina objetivos 
- Ao praticar o networking, o empreendedor assume que precisa de outra pessoa na realização de um de seus objetivos, então, deve preparar-se para se relacionar. Crie uma lista do que deseja alcançar. Tenha bem definido o que procura. Manter o seu foco nos objetivos não só dá as bases para a criação de bons relacionamentos, como também motiva os interlocutores.

Procure as pessoas que tem a certeza que acrescentarão sempre algo novo, não precisam ser exatamente da sua área, até porque encontrar parceiros de negócio de setores de mercado diferentes é uma mais valia. Tem, sim de haver um elo de ligação entre os objetivo de cada um, para que haja um bom relacionamento, para que tracem uma meta em conjunto.

Aproveite a sua zona de conforto
 – Enquanto empreendedor, deverá observar e estudar o seu próprio comportamento para saber com o que se sente mais à vontade e compreender como funciona. Por exemplo, o CIO da Fenwick & West LLP, Matthew Kessner, sente-se à vontade para falar com centenas de pessoas. Mas conversar com multidões não constrói relacionamentos pessoais. Então este empreendedor aproveita a ocasião para falar cara-a-cara depois das apresentações.  Desta forma consegue melhorar significativamente a sua rede de relacionamentos, tendo aprendido a tirar o melhor proveito das situações confortáveis.

Saiba identificar as oportunidades de relacionamento 
- A parte mais importante da construção de uma rede de networking é a identificação das pessoas com as quais vale a pena manter relacionamentos. Lembre-se: Networking não é quantidade, mas sim qualidade.

É importante mostrar-se, ir a locais onde pode ser visto e reconhecido. É possível fazer vários contactos num evento apenas, sendo uma ótima oportunidade para conhecer pessoas interessantes, futuros parceiros de negócios e manter um relacionamento mais pró ativo com o mercado.  Até mesmo as filas podem ser uma ótima oportunidade para dar início a uma conversa interessante. Outro exemplo são as redes sociais, plataformas essenciais para todos os que desejam investir em networking. Coloque o seu foco na audiência, eleja aquela com a qual deseja interagir e consulte perfis de amigos e parceiros de negócios para conhecer o padrão de interação de cada um.

Organize os seus contatos por nível de confiança e área de conhecimento. Imagine que decidiu que chegou a hora de procurar um novo emprego e quer começar a contactar as pessoas da sua rede. Para tal, deverá iniciar o contacto com o seu núcleo de confiança em primeiro lugar.

Maximize as ferramentas da sua rede social 
- É importante otimizar os contactos das suas redes sociais, como Facebook, LinkedIn e Twitter por exemplo. Em cada rede há grupos de contactos que estão ligados aos seus interesses, sejam eles pessoais ou profissionais. Esta pode ser uma porta de entrada para novas oportunidades.

Esteja certo de que seu perfil estará sempre atualizado e com informações pertinentes. Mesmo que já tenha passado por diversas organizações, não há necessidade de listar o histórico de forma individual. Seja claro e objetivo.

Ofereça algo quando iniciar um contacto -
os profissionais interessados em tirar proveito da sua rede de relacionamentos precisam passar a imagem de profissionais confiáveis e competentes e isso consegue-se com atitudes constantes de demonstração de flexibilidade, colaboração, conhecimento e humildade. É  importante acrescentar valor cada vez que estabelecer um novo contacto. Pense sempre no que pode oferecer, pois nem sempre é confortável para o outro mostrar o que quer. Facilitando a vida, mais rapidamente a outra pessoa vê em si um parceiro à altura.

Moral: “O que eu posso fazer por si” vem sempre antes de “o que pode fazer por mim”. Disponibilize-se para ajudar as pessoas.

Mantenha um compromisso com o seu tempo 
- Os profissionais mais introvertidos deixam escapar mais oportunidades de relacionamento. Uma maneira de evitar que isso aconteça é comprometer o tempo e marcar encontros durante cafés da manhã ou almoços. Esta prática, quando incluída na rotina diária de negócios do empreendedor, torna mais fácil a criação de uma rede de relacionamentos e, consequentemente, o seu desempenho social. Uma rápida saída para um café pode render frutos e informações valiosas. Pense nisso.

 
 

Partilhar artigo