Manual – 5 passos para por em prática um negócio que há muito tem na gaveta

Manual – 5 passos para por em prática um negócio que há muito tem na gavet

Bem vindos ao primeiro Manual de 2014! O início do ano é muito propício a novos desafios, muitos deles que lançamos a nós mesmos, mas porque é que a maioria fica pelo caminho? Estaremos nós empreendedores a traçar um mind map simples e prático e seremos capazes de nos auto-motivar? A Maquijig dá uma ajuda e deixa-lhe 5 passos para por em prática aquele negócio que há muito está guardado na gaveta.

1 – Pesquise sobre o setor

Os empreendedores multiplicam as suas hipóteses de sucesso quando investem em setores sobre os quais têm um elevado grau de know how. Mas, mesmo assim, convém fazer uma pesquisa aprofundada da área antes de começar um projeto, pois há sempre algo que escapa. A primeira coisa é traçar uma análise SWOT, através da qual reunirá os pontos fortes e os fracos do produto ou serviço que quer lançar, e – por outro lado – entender o estado de saúde do setor, as suas oportunidades/tendências e ameaças.

2 – Encontre um diferencial

É preciso identificar oportunidades e achar um diferencial para o negócio ser bem sucedido. Por exemplo, observe como a tendência de enriquecimento da população pode gerar novas oportunidades. Isso gera ideias de como posicionar o negócio e traçar o seu Target.

3 – Calcule o investimento

Já com um esboço do negócio em mente, estruture em papel, faça o seu mind map físico. É nesta fase que irá calcular qual o investimento e a estrutura que a empresa vai necessitar. Lembre-se de incluir estrutura física, mobiliário e pessoal, sendo que para alguns negócios as estruturas físicas podem ser substituídas por estruturas online.
Neste ponto, é importante pensar que uma empresa não é só aquilo que observamos como consumidores. Há toda uma estrutura de back office, assim como financeira para que o negócio sobreviva. Outra coisa muito importante é o capital de giro que deve gerido como um planeamento financeiro. A partir da meta de lucro, elabore o plano financeiro detalhado de curto prazo.

4 – Converse com empresários do mesmo ramo de negócios

Esta é uma boa forma de descobrir todos os custos do negócio. É necessário quantificar todo o dinheiro que vai precisar colocar no negócio. Se for de longo prazo, comece a guardar dinheiro desde já ou procure uma fonte de financiamento ou um investidor como um business angel.

5 – Faça um plano de negócios

O próximo passo é colocar tudo em papel. Elabore o plano de negócios que é mais abrangente e possui planos estratégicos de marketing e financeiro. Este tem a função de avaliar se o negócio é viável ou não. Além disso, é importante definir se vai levar a empresa para a frente em paralelo com outra atividade, como por exemplo se continuar no seu emprego atual, e ter uma gestão de tempo muito bem organizada.

 
 

Partilhar artigo